Saúde|Consumo de magnésio contra depressão e insônia

Resenha: Máscara labial hidratante e nutritiva Pilaten – a escolhida por Emma Stone
10 de março de 2017
Lançamento de makeup inspirado em Sailor Moon traz embalagens fofas
15 de março de 2017

Olá amoras!

Vamos falar de saúde? Sempre “surfando” nas ondas da internet procuro por informações de moda, beleza e saúde também, afinal não podemos nos descuidar. Recentemente me deparei com uma matéria bem interessante sobre o quanto o magnésio é um elemento mineral fundamental para que nosso organismo funcione bem. Me lembrei de quando viajei aos EUA e vi nas drogarias de lá uma quantidade absurda de suplementos alimentares, dos mais diversos tipos, inclusive o Magnésio. Resolvi pesquisar um pouco mais e compartilhar com vocês.

saude

De fato o magnésio desempenha função importante, sendo considerado o segundo mais relevante, logo após o potássio.

Recente pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que o Brasil tem a maior taxa de pessoas com depressão na América Latina e uma média que supera os índices mundiais. Os dados publicados apontam que 5,8% da população nacional seja afetada pela doença. O acompanhamento médico é fundamental, mas estudos apontam também que determinadas vitaminas e minerais podem ajudar no combate à depressão. Dentre eles, o magnésio se destaca. O mineral é um regulador do sistema nervoso que previne a insônia, a ansiedade, a hiperatividade, o estresse e a depressão.

depressao-e-insonia-podem-causar-zumbido

Funções do Magnésio

Só para começar o magnésio é considerado um tranquilizante natural, pois produz o relaxamento dos músculos esqueléticos, da musculatura dos vasos sanguíneos e do trato gastrointestinal. Além disso ajuda na contração e relaxamento muscular, na produção e transporte de energia, diminui a atividade dos radicais livres que provocam o envelhecimento celular, melhora o funcionamento cardíaco, a limpar as artérias, atua na diminuição de problemas relacionados à hipertensão, minimiza complicações relacionadas ao diabetes e ainda mantém nossos ossos saudáveis.

A deficiência de magnésio pode provocar perda de apetite, náuseas, tontura, unhas fracas, vômitos, perda de coordenação motora e ainda aumenta o risco de acidente vascular cerebral, anemia, TPM e disritmias cardíacas.

A quantidade diária recomendada é de 350 mg de magnésio que deve ser ingerido preferencialmente por fontes alimentares como: aveia, nozes, beterraba, abacate, lacticínios e vegetais verdes, figo, carne vermelha (entre muitas outras fontes).

piramide-alimentar-guia-para-uma-alimentacao-saudavel-1-1-100

O suplemento de magnésio é conhecido como cloreto de magnésio e só deve ser consumido se seu médico recomendar após uma análise que constate a carência do mesmo. Isso porque existem riscos do consumo em excesso de magnésio, que pode levar à pressão baixa e fraqueza muscular. Além disso, duas situações em que não se recomenda o aumento da ingestão de magnésio: pacientes com comprometimento renal, e pessoas com alto grau de bloqueio atrioventricular (bifascicular) – pois nestes casos pode reduzir a frequência cardíaca e levar à depressão da função neuromuscular, ou até respiratório.

PicMonkey Collage

Algumas opções de suplemento de Magnésio

ME SIGAM também nas Redes Sociais:
INSTAGRAM: @blogmuitodiva
FACEBOOK: blogmuitodiva
YOUTUBE: Blog MuitoDiva
Snap: blogmuitodiva

Kisses,

Thatá.

Facebook Comments