Divando na Itália|Dicas para curtir a bella Roma (parte 4)

Cozinhando em família|Receitinha deliciosa e fácil de fazer: bruschetta italiana
17 de outubro de 2016
Resenha: BB cream Hidracolors FPS 50 da Árago Dermocosméticos
19 de outubro de 2016

Ciao Amoras!

Roma é realmente uma bela cidade, andar por lugares que remontam a antiguidade é uma grande emoção. A cidade que foi fundada 753 a.C. tem muita história para contar, e para quem adora um pouco de história e aprender a cultura de outros países é um verdadeiro parque de diversões a céu aberto. Assim amorinhas, chegamos ao nosso penúltimo post sobre Roma (tive que dividir em dois posts a indicação dos pontos turísticos), e vou mostrar para vocês um pouco do que conheci, com dicas e relato de minha experiência.

piazza venezia

Monumento a Vitor Emanuel – Piazza Venezia

Turistando em Roma

Mesmo sendo uma cidade com mais de 2 milhões e 600 mil habitantes, andar por Roma é relativamente tranquilo. O metrô apesar de ter apenas 2 linhas, atende bem (aos turistas pelo menos) e caminhar pelo centro histórico é bastante fácil. Tanto que é possível fazer um roteiro a pé para conhecer vários dos principais pontos turísticos imperdíveis. Como ficamos em um hotel muito afastado, usamos o transporte público (ônibus e metrô) para chegar ao centro histórico. Descemos na estação Spagna e dali partimos para uma caminhada repleta de história.

Roteiro 1 – Centro histórico

Piazza di Spagna – na saída do metrô já demos de cara com esta bela praça, onde podemos contemplar a Barcaccia, uma fonte em forma de barco que fica em frente a famosa escadaria da Piazza. Ali, todos os dias muitos turistas se sentam, tiram fotos e aproveitam para descansar. Uma das vias (ruas) em frente a praça é a famosa Via dei Condotti, que já comentei no post de compras – rua das marcas famosas e de preços estratosféricos. Vale conhecer pelo menos para tirar uma foto.

DSC04390

Fontana Barcaccia – Piazza Spagna

14803325_1552297368129583_1900108465_o

Barcaccia e escadaria na Piazza Spagna

Seguindo pela Via dei Condotti você dará direto na Via del Corso (aquela famosa para comprinhas possíveis, kkkk). Numa ponta da Via del Corso está a Piazza Venezia onde está localizado o monumento a Vitor Emanuel – o primeiro rei da Itália independente. Com uma estrutura gigantesca, feita de puro mármore branco, tem uma enorme escadaria à frente, colunas coríntias e uma estátua equestre enorme de Vitor Emanuel. Apesar de muitos romanos criticarem, eu achei um lugar bem bonito. Ótimo para uma foto.(gratuito)

DSC04433

Monumento a Vitor Emanuel

14796037_1552302331462420_1057479654_o

Escadarias do Monumento

Na outra ponta da Via del Corso está a Piazza del Popolo (praça do povo). Além de espaço para muitas manifestações populares e muita história, a praça tem no centro um Obelisco Flaminio que foi levado diretamente do Egito pelo imperador Otaviano Augusto. Tem também duas fontes belíssimas: Fontana della Dea di Roma e Fontana del Netuno. Ao redor da praça estão três igrejas: Santa Maria del Popolo (com obras de Caravaggio), e as igrejas gêmeas de Santa Maria Montesanto e Santa Maria dei Miracoli, e ainda a Porta del Popolo. (gratuito)

DSC04416

Fontana della Dea Di Roma – Piazza del Popolo

DSC04405

Porta del Popolo

Ali nas proximidades também está a Piazza Navona que tem um formato retangular e onde estão localizados muitos restaurantes. Ali está a Fontana di Neptuno, Fontana del Moro e Fontana dei Quattro Fiumi. Um espetáculo para ser contemplado. Ali visitamos a igreja – Sant’Agnese in Agone – que foi inicialmente projetada para ser a capela da família Pamphili em 1652. (gratuito)

Próximo à Piazza Navona está o Pantheon que data de 27 a.C. e é uma das estruturas antigas mais bem preservadas. Originalmente foi dedicado aos deuses romanos, e conseguiu “sobreviver” por tanto tempo e tantas guerras, graças ao fato de ter se tornado um templo cristão. O piso e as colunas são originais, conforme disse nosso guia turístico. Fiquei impressionada com a arquitetura e o tamanho do local. Imperdível. (gratuito)

DSC04476

Pantheon

Também nas imediações pode-se visitar a famosa e incrivelmente bela Fontana di Trevi. Nos áureos tempos do império romano eram feitos aquedutos para abastecimento de água na cidade e como tradição, ao final de cada aqueduto era construída uma fonte (Fontana). A Fontana de Trevi é a maior fonte de Roma e sua beleza encanta os turistas que a visitam praticamente o dia todo. Vale a pena chegar um pouco mais cedo para não pegar o local muito lotado, e conseguir uma foto mais tranquila. E claro, lembre-se de jogar uma moedinha e fazer um pedido (eu fiz, kkk). (gratuito

14799864_1552385828120737_1816532047_o

A belíssima Fontana di Trevi

14725317_1552385838120736_1489161257_o

14787527_1552385811454072_338258990_o

14787584_1552385821454071_525924981_o

Para quem não tem medo de uma boa caminhada, após a Piazza Venezia, seguindo à esquerda do Monumento a Vitor Emanuel, avistamos ao longe o Coliseu. Já antes de chegar no local de entrada está o Fórum Romano – onde estão as ruínas da Roma antiga. Ao comprar o ingresso para entrar no Coliseu (atração paga) já está incluído ingresso para visitar o Fórum Romano. No entanto, nós fomos após um longo dia de caminhada, e visitamos apenas o Coliseu. Importante: não pode entrar com nenhum tipo de recipiente com líquido, nem mesmo água. Tem vigilância com detector de metais e xxxxxx. Se do lado de fora o Coliseu nos passa uma impressão de algo lindo e magnânimo, do lado interno o que mais me chamou a atenção foi a energia pesada do local. Lembrem-se que ali foi palco de inúmeras mortes, em espetáculos bizarros.

14799991_1552302338129086_40707419_o

Ao fundo o Fórum Romano

14800197_1552302314795755_983939129_o

Coliseu

A continuação com o Roteiro 2 virá no próximo e último post sobre Roma.

ME SIGAM também nas Redes Sociais:
INSTAGRAM: @blogmuitodiva
FACEBOOK: blogmuitodiva
YOUTUBE: Blog MuitoDiva
Snap: blogmuitodiva

Kisses,

Thatá.

Facebook Comments