Diário da minha cirurgia plástica: Dia da operação e os primeiros 7 dias

Resenha: Shampoo e Máscara Matizadores da Laurence Products – para um loiro divo
23 de agosto de 2017
Volta às aulas em Hogwarts: Novas coleções de Harry Potter invadem as fast fashions brasileiras
28 de agosto de 2017

Olá amoras!

Já tem uma semana que me submeti à minha cirurgia plástica, e como prometido segue o Meu Diário da Cirurgia.

Dia da cirurgia

17/08 – quinta-feira

Acordei por volta de 6:30h e fui me preparar para ir para o Hospital. A cirurgia plástica por menor que seja tem recomendação de ser realizada em hospitais por motivos de segurança, devido à infraestrutura e corpo clínico que fazem parte dos hospitais. A minha começou por volta de 9:30h e foram praticamente 5 horas de cirurgia.

Ao chegar no centro cirúrgico, meu médico, Dr. Daniel Thomaz fez as marcações e medições no corpo para os cortes que seriam feitos. Não é feita sedação antes disso. Após as marcações, deitada na cama cirúrgica via soro recebi a sedação, e em seguida o anestesista fez a anestesia na coluna (rack, eu acho). Depois disso, não me lembro de mais nada.

Por volta de 15h eu já estava no quarto, vestindo o famoso macaquinho pós operatório. Acordei meio grogue, kkkk. Vocês podem ver no vídeo que fiz (está no VLOG da Cirurgia). Fiquei lá conversando com meu marido, minha mãe, e minhas filhas, entre algumas sonecas. Lá pelas 17h é que acordei mais consciente. A primeira noite foi razoável. Não senti dor alguma. São várias injeções de antibióticos, antiinflamatórios e analgésicos.

Foto com filtro meninas -kkkk não tava radiante assim não.

Na real, sem filtro.

Dia seguinte

18/08 – sexta feira

Acordei cedo e me sentindo bem. Recebi visita do meu médico, que me contou que tudo correu muito bem. Nos seios foi feita a troca da prótese antiga (225ml) por uma nova (300ml). Mas não pense que fiquei com seios maiores (não era esse o objetivo). Pois fiz também uma mastopexia.

mastopexia é uma cirurgia que tem como objetivo reverter o caimento natural dos seios (ptose mamária), reposicionando a aréola e a pele com flacidez, elevando as mamas até sua posição original, garantindo simetria.

Com meu médico – Dr. Daniel Thomaz

Sendo assim foi retirado excesso de pele e gordura, algo em torno de 200ml. No abdômen apenas uma correção de cicatriz. Quando fiz histerectomia (retirada de útero) a cicatriz ficou bem deformada. No culote, cintura e costas foi feita uma lipoaspiração.

Por volta de 8:30h foi feita a retirada da sonda. Fui para casa usando um dreno nos seios.

Antes de sair do hospital recebi a visita da fisioterapeuta – Carolina Moreira – que faz parte da equipe do Dr. Daniel, e que fez a primeira drenagem, e sondagem de como deveria ser o tratamento pós operatório.

Por volta de 11h cheguei em casa. Passei o dia muito bem. Tirando a hora de dormir que foi bem desconfortável. Sem posição. Principalmente por conta dos hematomas decorrentes da lipoaspiração.

Como foram os próximos dias

19/08 – sábado.

Depois de uma noite difícil de sono, eu acordei com vontade de fazer xixi. Levantei muito rápido e fui ao banheiro. Lá tive uma brusca queda de pressão, que me deu enjoo e muita fraqueza. Chamei meu marido que foi me ajudar. Esse foi o dia mais difícil. Fiquei sonolenta o dia todo.

20/08 – No domingo acordei mais animadinha e fui tomar banho e lavar os cabelos. Para isso, meu marido colocou uma cadeira no banheiro, e ele me deu banho e lavou meus cabelos. Devido a mastopexia os movimentos dos abraços devem ser limitados, não podendo levantá-los para cima, nem nada muito brusco. Na hora de secar os cabelos, minhas filhotas cuidaram de mim. Passei bem o dia.

Com meias pós cirurgia (para evitar trombose e embolia) e com minha bolsinha nada fashion para carregar o dreno.

21/08 – Acordei bem e tive minha primeira sessão de tratamento pós operatório, na Clínica do Dr. Daniel Thomaz, com a fisioterapeuta Carolina Moreira. Além da drenagem linfática, foi feita a retirada de líquido (seroma) que tende a se acumular até que a pele “grude” novamente – nas minhas costas. Dói meninas, não vou mentir. Mas é suportável.

22/08 e 23/08 – Mantendo o repouso e as sessões de pós operatório. Nenhuma intercorrência diferente.

24/08 – Foi o dia de retirada do dreno (ebaaaaaa). Doeu. Mas foi rápido. A sensação de alívio sem o dreno foi maravilhosa. Neste dia também tive retirada de seroma, desta vez no abdômen próximo a cicatriz retocada.

25/08 – As sessões de pós operatório continuam. Com aplicação de laser para ajudar na cicatrização, drenagem linfática, aplicação de taping – que são bandagens funcionais. Utiliza-se uma fita adesiva (bandagem) – de material, textura e flexibilidade semelhante a pele. Essa técnica ajuda a estimular o sistema linfático, absorver hematomas com mais rapidez, tratar fibroses, aderências cicatriciais e estimular ou relaxar a musculatura.

Antes e Depois

Enfim, cada dia um pouquinho melhor.

Caso tenham alguma dúvida sobre o procedimento podem me enviar perguntas aqui ou nas minhas redes sociais.

Confiram o vídeo que fiz dessa primeira semana.

ME SIGAM também nas Redes Sociais:
INSTAGRAM: @blogmuitodiva
FACEBOOK: blogmuitodiva
YOUTUBE: Blog MuitoDiva
Snap: blogmuitodiva

Kisses,

Thatá.

Facebook Comments