Como acabar com as espinhas durante o período menstrual

4 Tendências de cabelos que estão bombando no inverno 2019
8 de julho de 2019
Resenha: Foreo Luna Mini 2 escova de limpeza facial e massageador – será que vale a pena?
23 de julho de 2019

Olá amoras!

Se tem uma coisa que incomoda mulheres de todas as idades, mas principalmente as adolescentes são as espinhas. Alguns fatores, como o ciclo menstrual afetam ainda mais o aparecimento dessas “pestinhas”, e precisamos de cuidado redobrado no cuidado com elas.

Quando o início do ciclo menstrual se aproxima, o organismo da mulher passa a apresentar uma série de sintomas, sendo os mais comuns dores, inchaço e cólica. Além destes sinais, a mudança hormonal que ocorre durante este período também afeta a pele, levando, muitas vezes, à formação de cravos e espinhas. “Isso ocorre por que, na semana que antecede a menstruação, os níveis de estrogênio caem e há um aumento da progesterona e testosterona no organismo, combinação que provoca o aumento da produção de oleosidade pela pele, levando então ao entupimento e inflamação dos poros e, consequentemente, ao surgimento da acne”, explica a Dra. Claudia Marçal, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Todas estas alterações podem causar estímulo exagerado sobre as glândulas sebáceas com produção exagerada de sebo e provocar aumento da proliferação de P. Acnes. “Além disso, fatores como o uso de maquiagem muitas vezes não adequada, com veículos gordurosos, ou muito pesados, podem causar obstrução dos ductos das glândulas (poros). Devemos também prestar atenção no consumo exagerado de gorduras trans e saturadas e alimentos com alto índice glicêmico que provocam a piora da inflamação e da resistência à cicatrização e persistência do quadro”, acrescenta a médica.

Rotina de Cuidados antes do Ciclo Menstrual

Sendo assim, quando você perceber que seu período menstrual está perto de começar, é fundamental que você invista em uma rotina de cuidados com a pele focada em prevenir o aparecimento destas alterações, o que deve ser feito com produtos hipoalergênicos e sem fragrância, já que sua pele tende a ficar mais sensível nesta época do mês. “O tratamento inicialmente deve ser instituído para o controle inflamatório com sabonetes calmantes à base de extratos anti-inflamatórios, loção tônica com função adstringente duas vezes ao dia e uso de vitamina A ácida à noite, alternando com um nutritivo adequado à necessidade da paciente.

Vitamina C e Ácido Salicílico

O uso de vitamina C como antioxidante potencializa a ação da vitamina A ácida e podemos ainda utilizar ácido salicílico, clindamicina e peróxido de benzoíla”, explica a médica. “A higienização de sua pele deve ser feita com produtos que promovam uma limpeza profunda de forma suave e sejam formulados com alfa-hidroxiácidos, que vão ajudar a remover a pele morta de seus poros. Uma boa opção, por exemplo, é o ácido salicílico, que promove o controle da oleosidade da pele e a esfoliação dos poros”, recomenda a dermatologista.

Máscaras Faciais

O uso de máscaras também é recomendado neste período e, novamente, estas devem conter alfa-hidroxiácidos, como o ácido glicólico, para ajudar a remover o excesso de células mortas da pele e evitar o entupimento dos poros. Segundo a Dra. Claudia, vale a pena procurar por sabonetes e máscaras formulados com carvão ativado, já que este ativo é capaz de limpar a pele profundamente, removendo os micropoluentes e fechando os poros. “Além disso, é fundamental investir em um sérum com ativos de alta propriedade hidratante, como o ácido hialurônico, para ajudar a manter os níveis de hidratação de sua pele, já que o fato de sua pele estar oleosa não quer dizer que ela esteja hidratada”.

Durante o período Menstrual

Já quando seu período menstrual realmente chegar e a acne começar a surgir é hora de usar um creme com algum dos derivados da vitamina A ácida, que devem ser indicados pelo seu médico de acordo com a sensibilidade de sua pele e a estação do ano. Estes ativos vão ajudar a tratar as espinhas mais rapidamente e ainda reduzir as chances de cicatrizes pós-acne se formarem. “Com relação ao veículo, prefira aqueles produtos mais leves e evite os cremes mais pesados, já que estes podem favorecer o entupimento dos poros, principalmente quando combinados ao aumento do suor comum nesta fase”, afirm00a a Dra. Claudia Marçal. “Porém, o ideal é que você consulte um dermatologista. Apenas ele poderá realizar uma avaliação de sua pele, dizer se a causa da acne é realmente hormonal e então indicar os melhores produtos e ativos para o tratamento do seu quadro acneico”.

Fonte: DRA. CLAUDIA MARÇAL – É médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). É speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo; e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (DASIL). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

ME SIGAM também nas Redes Sociais:
INSTAGRAM: @thaysnrezende
FACEBOOK: thaysnrezende
YOUTUBE: 
ThaysRezende

 

Kisses,

Thatá.

Facebook Comments